No domingo 11 de maio de 2014 as Fraternidades de França e de Itália se deram cita na Abadia de Tamié para o Encontro anual.

“Temos participado da Santa Missa, concelebrada por 12 monges, junto aos monges Irmãos e muita gente que enchia a Igreja. O rito foi muito solene com o canto dos monges. Não tenho podido deixar de pensar no Irmão Gabriel e nas cerimônias que celebrava dando espaço a sua criatividade, tanto que a gente acudia para a missa inclusive de longe, pelo que foi reprendido e posteriormente proibido (Deviam reservar-se as cerimônias para os ocupantes da casa).

O Irmão Pierino presenteou a cada Fraternidade uma lâmpada para estar acesa diante do quadro ou de uma estátua de nosso Fundador para recordar-nos do 150º aniversário da partida ao céu do Irmão Gabriel. Desde a simplicidade, esta lâmpada nos ajudará a suscitar um olhar filial a nosso Fundador, a iluminar nossas reuniões, sustentar nossas relações fraternas, a solicitar ao Pai celestial um milagre de cura, a promover nossa santidade e a obter novas vocações.

Um monge piemontês da Abadia nos falou de sua espiritualidade, que coincide bastante com a nossa.

O Irmão Robert Rufier apresentou a história do que foi o sonho do Irmão Gabriel: Tamié devia ser um lugar de retiro para a oração, a reflexão, a recuperação espiritual dos Irmãos, sacerdotes, leigos… Este sonho o realizava no dia 1 de maio de 1856 quando fez a entrada solene na Abadia que havia comprada ao Arcebispo Mons. Billiet.

O Irmão Giuseppe reforçou alguns tópicos e depois se passou a listar as atividades das diferentes Fraternidades neste último ano. A diversidade é sempre estimulante, porque podemos apresentar distintas experiências que enriquecem a todos”.

                                                                                                    Irmão Giuseppe Accomazzo