Embora com a dolorosa consciência das próprias fraquezas, há que seguir em frente, sem se dar por vencido, e recordar o que disse o Senhor a São Paulo: «Basta-te a minha graça, porque a força manifesta-se na fraqueza» (2 Cor 12, 9). O triunfo cristão é sempre uma cruz, mas cruz que é, simultaneamente, estandarte de vitória, que se empunha com ternura batalhadora contra as investidas do mal. O mau espírito da derrota é irmão da tentação de separar prematuramente o trigo do joio, resultado de uma desconfiança ansiosa e egocêntrica.

Oração ao Venerável
Irmão Gabriel Taborin

Ó Senhor,
que cumulastes o coração do Irmão Gabriel Taborin,
de fé viva e zelo ardente,
para educar cristãmente a juventude e ajudar aos sacerdotes.
Fazei que seguindo o seu exemplo,
procuremos sempre a vossa glória.
E, se tal é o vosso beneplácito,
glorificai a vosso servo,
Concedendo-nos pela sua intercessão, a graça que solicitamos: (…).

Nós vos pedimos esta graça
pelo mérito de Nosso Senhor Jesus Cristo, Amém.